quarta-feira, 28 de maio de 2008

O mundo está ao contrário. E ninguém reparou!

Sem tempo, sem tempo nenhum! Já devem ter percebido o quanto meus dias andam corridos... E confusos, claro, como sempre... Como uma boa geminiana, não me decido entre a direita e esquerda, por isso às vezes é bom colocar os pés no chão e deixar de sonhar um pouco. Começar a viver a vida real, porque até quando eu trabalho eu viajo na maionese... Mas fazer o quê? Não tem como fazer arte com os pés no chão! Ás vezes agente tem q deixar a realidade de lado e fazer algo bonito... Isso é arquitetura!
A maioria das pessoas fariam o exato contrário... No campo sentimental elas sonham, viajam, já não estão nem aqui... Estão em qualquer lugar acima do arco-íris ou em um buraco debaixo da ponte do rio mais sujo possível. Já no campo profissional, é melhor manter a realidade sempre ao lado e não desviar a atenção pro mundo sentimental.
Eu não! É melhor eu estar sempre acima da camada de ozônio pra fazer meus trabalhos e com os pés enterrados firmes no chão pra poder sentir e viver algo com alguém. É, a vida é realmente surpreendente...

Estou sem idéias pra postar, não muita coisa pra falar, nem tanto a dizer (observem eu não me importar)...
No entanto, caiu do guarda-roupa (antes tivesse caído do céu), bem em cima da minha cabeça um relicário cheio de textos e cartinhas bonitinhas... E não poderia ter vindo em hora mais oportuna! Li um texto que é uma graça, e vou compartilhá-lo com vocês. Texto sem título e de autor desconhecido, se for seu me avisa que eu coloco o nome.

"Um dia um grande filósofo perguntou aos seus discípulos o seguinte:
- Por que as pessoas gritam quando estão aborrecidas?
Os homens pensaram por alguns momentos:
- Porque perdemos a calma - disse um deles - por isso gritamos.
- Mas, por que gritar quando a outra pessoa está do seu lado? - Perguntou o filósofo - Não é possível falar em voz baixa? Por que gritar a uma pessoa quando está nos observando?
Os homens deram algumas respostas, mas nenhuma delas satisfez o filósofo. Finalmente ele explicou:
- Quando as pessoas estão aborrecidas, seus corações se afastam muito. Para cobrir esta distância precisam gritar para poder escutar-se. Quanto mais aborrecidos estejam, mais forte terão que gritar para escutar-se um ao outro atravez desta grande distância.
Em seguida o filósofo pergunta:
- O que se sucede quando duas pessoas se enamoram? Elas não gritam, mas sim se falam suavemente. Por quê? Porque seus corações estão muito próximos. A distância entre eles é pequena - continuou o filósofo - Quando se enamoram acontece mais alguma coisa? Não falam, somente sussurram. Ficam mais perto ainda de seu amor. Finalmente não necessitam sequer sussurrar, somente se olham e isto é tudo. Assim é quando duas pessoas que se amam estão próximas.
Então disse o filósofo: - Quando discutirem, não deixem que seus corações se afastem, não diga palavras que os distancie mais, chegará um dia em que a distância será tanta que não mais encontrarão o caminho de volta."

3 comentários:

lorena disse...

"Eu não! É melhor eu estar sempre acima da camada de ozônio pra fazer meus trabalhos e com os pés enterrados firmes no chão pra poder sentir e viver algo com alguém. É, a vida é realmente surpreendente..."

o grande problema é q a maioria das pessoas não gostam do trabalho q tem. por isso são realistas, não põem amor e originalidade no que fazem, apenas reproduzem modos de fazer que já existem...

e no amor não, todo mundo banca o aventureiro pra depois vir com aquele papo de que "homem/mulher é tudo igual".

e eu quero sim mais susurros do que gritos...

beijos

Lys(a) Drum disse...

"Ninguem pode negar, que o nosso amor é tudo. Tudo que pode acontecer com dois bicudos..."
Adoro essa parte do seu blog...
O texto é lindo...É muito bom mesmo....mas tenho certeza que vc escreveria melhor.
Te amo.
Estou com saudades.

lugar_teu disse...

"É melhor eu estar sempre acima da camada de ozônio pra fazer meus trabalhos e com os pés enterrados firmes no chão pra poder sentir e viver algo com alguém." Como eu acho que estás correcta. por vezes mais vale trocar as voltas à vida, e à maneira como as pessoas vêm e respondem ao mundo. E não haveria melhor frase do que esta para acabar os seus pensamentos.. =) "É, a vida é realmente surpreendente.."
boa semana milla*