quarta-feira, 23 de julho de 2008

SOS solidão...

E por falar em solidão, eu estive só...
Sóbrea.
Nenhuma gota de alcool me cabia na boca.
E eu não queria. Não queria.
O incenso que ascendia sumia em cinzas, deixando no ar um pouco do cheiro que de certa forma traduzia meu vão desejo.
Ninguém era capaz de tomar a minha mão e me levar para um lugar mais bonito, mais alto quem sabe...
Bem, no alto eu já andava, e do alto eu olhava. Voar eu adorava!... Mas só.
Só.
Andando de um lado ao outro da sala procurando desculpas esfarrapadas para tomar a menor das atitudes.
Só.
E, só, eu me olhava no espelho para tentar adivinhar quão só eu estava. Procurando nos meus olhos o brilho de uma presença, mas encontrava em mim o encanto de uma estrela que me acompanhava durante as noites mal dormidas, me pedindo calma e prometendo-me abrigo num sorriso infinito...
Ao meu lado o vento que me soprava a direção, na minha frente a estrada e logo ali atras os meus passos no chão.
Pela delicadeza de uma história de amor eu sobrevivia, e a força que me trazia até aqui vinha com a mesma intensidade de um pedido de perdão.

Bem... Talvez eu ainda esteja só, talvez não...
Sei que no mínimo o meu jardim está florindo, que exalo de mim um convite, um pedido, uma dádiva, um dom... Um sonho, enfim.

11 comentários:

lottery tickets disse...

Yuts, daw palagpat imo blog.

lotto philippine result disse...

It could give you more facts.

Dois Rios disse...

Milla,
Em princípio eu acho q a solidão começa no pensamento. Pensamentos à parte, há tantas formas de solidão que nem sei: há a solidão da incompreensão que faz com que a gente se sinta a única pessoa do mundo a ver as coisas de uma determinada maneira; Há a solidão do descaso, a solidão de não ser ouvido, enfim, há "solidões" internas e externas, e todas machucam de uma certa maneira.
Eu penso que estar só não significa, necessariamente, estar mergulhado na solidão. A solidão é involuntária. É quando a gente quer e precisa de gente ao nosso lado e não tem.
Adorei o seu texto. Você escreve muito bem! Parabéns!
---
Não conheço Yann Tiersen. Agora quem vai pesquisar sou eu, rss..

Bjs,

Sammyra Santana disse...

"Bem, talvez eu ainda esteja só, talvez não"

Dedinhos cruzados pelo 'talvez não'!

Se bem que ficar sozinha um tempo tb é bom. Dá pra repensar a vida, dar uma faxina geral dentro de nós, deixar a casa limpa pra esperar novos visitantes!

Beijo

AcidStorm disse...

No fundo tenho certeza de que nunca estamos sós.


Beijo

Paulo, disse...

a solidão é um balsamo e um tormento para minha alma. sou, aos mesmo tempo, minha melhor e pior companhia :~

Sammyra Santana disse...

"A solidão é fera, a solidão devora, é amiga das horas, prima irmã do tempo, que faz nossos relógios caminharem lentos, causando descompasso no meu coração"...

Essa musica é tão bonita, já ouviu?

Beeeijo

Navegante disse...

Estas etapas fazem parte de nosso desenvolvimento... Quantas vezesainda passaremos por esta sensação de solidão mas, não podemos esquecer que a vida é como ondas de alegria ou dor...mas passam e passam...
Beijos!

Iza disse...

Estas etapas fazem parte de nosso desenvolvimento... Quantas vezesainda passaremos por esta sensação de solidão mas, não podemos esquecer que a vida é como ondas de alegria ou dor...mas passam e passam...
Beijos!

Fiz o comentário acima com meu perfil do orkut... hehehehe

Lua Sollara disse...

Estar sozinha. (tic tac tic tac tic tac...)
O tempo não passa, as pessoas não chegam, a verdade não aparece, nada acontece....dói. Mas passa.
Vc e os seus lindos textos...sempre. Todos eles mexem muito cmg!

lugar_teu disse...

e tantas e tantas vezes em que eu escrevo sobre a solidão.. mas agora ao ve-la por outra perspectiva que não a minha, chegou assim um silêncio. não sei bem o que ele quer dizer. talvez amargura, por saber que muitas vezes o isolamento parte de nós e ainda assim, não ser capaz de o deter. e por ter consciencia das coisas inevitaveis que isso traz à nossa vida, uma delas a solidão.

não te percas pela solidão, pelo menos não por tempo indefinido. fazes falta pelo mundo colorido, que eu por vezes não sei ver.

=)*