terça-feira, 11 de novembro de 2008

Aquele dia...

Ganhei um presente!
O melhor de todos...
Letras em ordem, um texto, uma narração... Uma confissão! Sobre algo que há muito aconteceu, não sei dizer há quanto tempo exatamente, mas foi algo que marcou... E descobri, não só a mim:

"Aquele dia, o sol nasceu diferente...Tinha um brilho mais intenso. A manhã estava linda, era possível escutar os pássaros cantando, e o cheiro de grama molhada pelo sereno da madrugada.
O dia anunciava mudanças, alguma coisa boa estava por vir.
No trabalho, as horas pareciam não passar, e a cada vez que olhava para o relógio ele me pedia calma.
Meu pensamento voava até ela, e tentava adivinhar o cheiro de sua pele, o tom de sua voz, o jeito do seu andar...
Nada poderia me segurar ou me impedir de ir encontra-la, nem transito parado, nem dores, nem tempo de chuva, nada...nem ninguém!
É hora de ir pra casa, e me arrumar para ela...
No caminho do encontro, o coração parecia não caber no peito, as pernas não paravam um segundo. Comecei a pensar no que iria falar quando há visse, e logo em seguida desisti dessa idéia, porque teria que ser natural.
É hora de descer do ônibus, a partir de então faltariam poucos minutos até o nosso encontro. Passei perto de um carro parado, conferi o visual... pronto, estou no lugar combinado, e agora? Fico em pé ou sentada? Mando mensagem ou espero? Certo, vou me sentar.
Os minutos passam, e minhas mãos começam a suar... Caramba, que demora, será que ela não vem mais? Será que me viu de longe, se assustou e foi embora? Será que meu cabelo ta bom? Ta, respira fundo!
E de repente, um susto...N-O-S-S-A!
Ela estava ali, na minha frente, mais baixa do que eu imaginava (o que já me encantou), cabelos longos e soltos, um corpo desenhado e perfeito, e um brilho lindo no olhar, como o sol que eu havia visto pela manhã. E num ato espontâneo, trouxe para mim um pirulito em formato de coração. E assim a gente se abraçou, profundamente, e esquecemos do tempo...do mundo, e tudo parecia ter parado para aquele momento...só conseguia sentir seu corpo com o meu, o resto era o resto!
Reparei nela, uma beleza única, e isso tudo em milésimos de segundos...
E eu estava ali, diante dela...sem saber como agir, as palavras saiam, e eu parecia estar voando!
Seu cheiro eu sentia de longe, era um cheiro bom que parecia conhecer a anos...seu olhar se encontrava com o meu, e por varias vezes fiquei tímida.
Sentamos em uma praça, e lá ficamos conversando sobre vários assuntos... ela prestava atenção em cada palavra pronunciada, o seu olhar me seguia com aquele brilho que parecia refletir por toda parte, a praça parecia mais iluminada com a presença dela...e meu coração batia num ritmo descompassado!
Foi ficando tarde, e ela precisava voltar pra casa. Não aconteceu nenhum beijo aquela noite, mais as nossas almas já caminhavam de mãos dadas e felizes...Já não tinha mais como fugir daquilo.
Fui até o ponto de ônibus com ela, já me sentia na obrigação de protege-la...Nos despedimos com um lindo, forte e intenso abraço. E assim ela partiu, levando consigo o meu coração!
Deixou o seu coração comigo, o seu cheiro, o seu abraço, a sua voz, o seu brilho, e a esperança de acreditar que enfim havia encontrado ela, a minha alma gêmea!
Foi nesse dia que comecei acreditar que o tempo é superficial, que quando é pra acontecer, simplesmente acontece...E quando resolvemos dar conta do que houve, já não tem mais como fugir, porque o que o destino proporciona, o Amor não separa nunca mais.

Ass: Ela"

.

11 comentários:

Anônimo disse...

Pra SEMPRE! s2

lugar_teu disse...

bem que relato maravilhoso. e que tarde deve ter sido essa, acho que era disso que eu precisava um pouco mais.. ir ter com o amor e não esperar que ele venha ter comigo.
bjo milla*

Livia Queiroz disse...

Eeeeeeeeeeita que coisa mais linda.
Nossa adoreeeeiiiii.
Bom demais encontrar um brilho nos olhos né?

Lindo lindo lindo...

P.S.: Brigada pelo comentário viu?

bjaum
Fik c Deus!

AcidStorm disse...

Muito bonito... a essência de algumas belas palavras aquecem o coração de tal forma, que reaviva muitas coisa e muitas cores não?

Grande Beijo

Vanderley disse...

Oi menina, tudo bem com você?
Colocarei seu link em mesu dois Blogs.
Seus textos são simplesmente demais.
Bye.
Fica com Deus.

rafael disse...

Texto simples, com uma boa história contada. Agradável de se ler.

Sammyra Santana disse...

Ai que lindooooooooooo!
Mas vc merece, Milla!
Gente assim, especial que nem tu, só tem mais é que amar e ser muuuuuuuiiiiito amada!
"Dias de paz, dias a mais, dias que não deixarÃO para trás, dias melhores pra sempre!!!!!
Torcendo por ti!
Beijoooooooooo

Jim disse...

me lembrou uma noite de dezembro de 2007... algo bastante parecido =]
depois dizem que mágica não existe.


se puder, deixa um comentariozinho no meu blog =p

www.chis-tudo.blogspot.com

fui!

meus instantes e momentos disse...

muito bom vir ao teu blog. Gostei daqui.
Ótimo texto.Parabens,
Maurizio

Wander Veroni disse...

Olá! É muito bom acordar num domingo de manhã e ler um texto tão positivo como esse, adorei!

Abraço,

=]

-------------------
http://cafecomnoticias.blogspot.com

Sammyra Santana disse...

Millaaa, vim aqui dizer que gosto de tu. E de graça! rsrsrs
E que esse amor de vocês seja como seu amor postou aí nesse anônimo do topo: pra sempre!
Boa semana pra vcs!